Translate / Google Tradutor

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Existe em nós um tempo e um lugar para tudo !


Existe em nós um tempo e um lugar para tudo.

Há um tempo para nascer, é o tempo da alegria por existirmos.


Há um tempo para crescer, é o tempo de nos regozijarmos com as descobertas e aprendizagem de tudo o que nos rodeia. De descobrirmos os nossos sentimentos e os nossos afectos. É o tempo da descoberta dos amores da nossa vida. 

Há um tempo para sermos responsáveis e felizes com toda a aprendizagem e a experiência de vida que soubermos escolher.

Há um tempo para amarmos os pais, os avós, os filhos, os netos e tudo o que nos dá prazer – é o tempo da maturidade e do disfrutar da vida em toda a sua plenitude – é o tempo de sermos felizes.

Há um tempo em que a Vida se faz mais de responsabilidades e de aprender a aceitar aquilo que não podemos mudar e que nos magoa.

Há no nosso coração, um lugar muito especial onde retemos tudo o que de melhor vivemos na nossa vida, onde cada pessoa que nos ama e amou, deixou e deixa marcas que mais ninguém poderá apagar.

Ao lado desse lugar existe outro, porque o nosso coração é grande, é o cofre onde guardamos as melhores lembranças que abraçamos em toda a nossa vida.

No nosso coração e na nossa mente existe um lugar, onde mais ninguém pode entrar, é uma ponte, onde nós relativizamos tudo o que vivemos e onde conseguimos encontrar o espaço para nos perdoarmos a nós próprios por todos os equivocados sentimentos de culpa, para com outros, ao mesmo tempo que deixamos muito bem guardada toda a existência de quem amamos e de quem nos amou, e apenas devemos lembrar todas as horas felizes em que essas pessoas povoaram a nossa existência, porque é dessa forma que as honraremos.

Há um tempo para aceitar as doenças, e um tempo para deixar partir os nossos preciosos pais e avós, porque eles nunca nos deixarão de verdade – sem mágoas e num misto de fé e magia inerente a cada um de nós, eles farão parte das nossas vidas sempre, enquanto nós também existirmos, porque os guardámos no nosso coração e nessas lembranças que foram as mais felizes que tivemos com eles.

E quando um anjo chegar para os levar para cima de uma nuvem bonita, temos de deixá-los partir, sempre em paz e com um sorriso interior, porque fizemos tudo o que podíamos e nunca os abandonamos, devemos estar bem cientes de que eles continuarão a amar-nos e a olhar por nós, como anjos, todos os dias do resto das nossas vidas.

Não precisas desesperar-te, apenas precisas continuar a ser tu mesmo…

2 comentários:

Kelly Pantaleão disse...

Lindissimo. ♡♡♡

Eu Sou REIKI disse...

Fico feliz que tenha gostado Kelly :)

SIGA este blog aqui :

Eu Sou GRATA

Eu Sou GRATA